MOSTRA DA FLORESTA DO CONCELHO DE VILA REAL

8 novembro 2016, 9:55 am
Publicado em Notícias
Ler 1797 vezes

Mostra da Floresta magust 2016 As Autarquias Locais têm como atribuição, entre outras, a promoção do desenvolvimento local, devendo adotar políticas que levem à melhoria das condições de vida das suas populações e que criem nestas o desejo de permanecerem nos territórios de que são naturais.
O desenvolvimento rural é uma parte importante do desenvolvimento local, que deve procurar, não só a criação de riqueza, mas também a criação de postos de trabalho, gerando as condições necessárias para a fixação das pessoas nas zonas menos urbanas do Concelho. Para além da visão económica, a agropecuária familiar e de pequena escala é ainda importante porque está intimamente ligada à segurança alimentar, preserva os alimentos tradicionais, além de contribuir para uma alimentação virada para a proteção da agrobiodiversidade e para o uso sustentável dos recursos.
São vários os programas que têm sido levados a cabo pela autarquia neste sentido, e que visam demonstrar a nossa atenção ao mundo rural. Desde o Mercado dos Produtos da Terra, todos os sábados, passando pela Feira da Batata da Campeã, ou a adesão à Floresta Comum, com a plantação de dezenas de milhares de árvores, entre outras iniciativas
Mas um dos mais significativos e que se tem imposto com grande sucesso é a Mostra da Floresta do Concelho de Vila Real.
Atualmente, a importância dos serviços ambientais ligados à floresta é reconhecido em todo o mundo. Para além da produção, a floresta é encarada como um importante ecossistema para a exploração de outras oportunidades como, por exemplo, a captura de carbono, o turismo, a caça ou pecuária.
Também no concelho de Vila Real os espaços florestais apresentam uma forte relevância representado mais de 52% da ocupação do solo deste concelho, com forte predominância das áreas revestidas por matos (40%), predominando o pinheiro bravo entre as espécies florestais presentes (7%), e enquadra-se este concelho numa região em que os baldios apresentam forte expressão territorial e organizativa (aproximadamente 60% dos territórios florestais).
Estamos portanto perante um sector de atividade com relevância para o concelho de Vila Real que importa valorizar e promover.
Nesse sentido, e pela terceira vez, o município de Vila Real em parceria com várias associações e empresas do setor (Casa Almor, Viveiros Florossintese, Associação de Apicultores d Alvão, GNR – SEPNA, Sapadores Florestais Naturaviva, Sapadores Florestais da Associação de Produtores da Campeã, UTAD – Dept. Florestal, ICNF – Instituto para a Conservação da Natureza e Floresta, Rupestris, Secretariado dos Baldios de TMAD, Associação de Agricultores do Concelho de Vila Real, JOPAUTO – Maquinaria Florestal, Bicicletas Rebelo, José Pinto, Lda, Agrijorjais), irá promover nos dias 11, 12 e 13 de Novembro, na Praça do Município, a Mostra da Floresta que englobará um conjunto de atividades que procurarão destacar as mais-valias da nossa floresta.
Do programa de atividades fazem parte:

Dia 11
18h00 – Abertura da Mostra | Atuação do “Grupo de Cantares da Casa do Professor”;
21h00 – Tuna de São Tiago;

Dia 12
08h00 – Abertura da Mostra
10h00 – Início da Montaria ao Javali
10H30 – Demonstração STIHL
11h30 – Workshop “Cães de Caça”
15h00 – Mostra de Cães de Caça
17h00 - Demonstração STIHL
18h00 – Convívio final da Montaria (javali no pote) | Atuação da Tuna de Bisalhães – aberto à população
20h00 – Sorteio dos exemplares abatidos;
21h00 – Grupo Etnográfico de Danças e Cantares “O Cantaréu”;

Dia 13
09h00 – Abertura da Mostra
11H00 – Demonstração STIHL
15h00 – Grupo de Concertinas do Rancho Etnográfico de Borbela;
16H00 – Demonstração STIHL
16h30 – Grupo de Bombos “Os Trovadores” da Raia.
17h00 – Magusto Popular que este ano terá como atrativo a presença do maior assador de castanhas do mundo, uma distinção que consta no Guinness World Records. Mais uma vez, todos os Vila-realenses estão convidados a vir aquecer-se junto do fogo e provar a jeropiga e as castanhas.

Também nos dias 11, 12 e 13 de novembro decorrerá, tal como já foi anunciado, o fim-de-semana da Floresta à Mesa. Esta iniciativa, integrada nos fins-de-semana gastronómicos, procura destacar o que de melhor nos é oferecido pela floresta e pela caça.
Mais uma vez contaremos com a inestimável parceria da APHORT – Associação Portuguesa de Hotelaria Restauração e Turismo e de alguns dos restaurantes seus associados, nomeadamente a Adega Regional Passos Perdidos, Bons Tempos Restaurante E Petiscos, Hotel Quinta do Paço, Le Buffet – Hotel Miracorgo, Restaurante A Viúva, Restaurante Convívio, Restaurante Grill O Costa, Restaurante Maranus, Restaurante Miraneve, Marisqueira Restaurante Terramar.
Nesse fim-de-semana teremos a oportunidade de provar deliciosas iguarias, que vão desde o Ensopado de Veado com Cogumelos Silvestres em Pão Parolo, a Feijoada de Lebre com Castanhas, passando pelos Miminhos de Vitela com Cogumelos Silvestres e Castanhas, a Truta Recheada com Presunto, ou ainda o Javali com Cogumelos Selvagens.
Estamos certos de que voltará a ser um fim-de-semana delicioso e importante para a nossa floresta e também para os nossos restaurantes, que continuam a aderir entusiasticamente a esta iniciativa.

Classifique este item
(5 votos)
Login para post comentários