Rogas dos Rios prosseguem no dia 29 de setembro

Inscrições para a visita ao tesouro do Corgo decorrem até 27 de setembro

O ponto de encontro para a concentração dos voluntários está marcado para as 9:00 horas, junto à Estação dos Caminhos de Ferro de Vila Real. As inscrições podem ser feitas no site da Biodiversidade da Câmara Municipal de Vila Real (www.cm-vilareal.pt/biodiversidade) com o preenchimento do formulário de inscrição online ou através do correio eletrónico (Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.). Poderá igualmente contatar a Divisão de Planeamento e Ambiente para formalizar a sua participação na atividade. O Município disponibiliza os acessórios e material de apoio para a recolha. Outras indicações podem ser encontradas no site da biodiversidade de Vila Real.

O fim de semana passado marcou o regresso das "Rogas dos Rios", o banco de voluntariado dedicado ao ambiente. Numa jornada estimulante para todos os sentidos, os voluntários visitaram a ribeira das Marinheiras, um dos afluentes do Rio Cabril, entre Galegos da Serra e Agarez.

Num dos cenários naturais mais atraentes do concelho e muito concorrido no Verão, os voluntários dedicaram o dia a recolher resíduos indevidamente depositados nas margens da ribeira. Apesar de ser esperada uma quantidade elevada de resíduos com origem na atividade de lazer, o facto mais notado pelos voluntários foi o excessivo depósito de resíduos oriundos da construção civil (resíduos de construção e demolição), tais como tijolos, que conspurcam as encostas que marginam a ribeira. Mas de registar também o depósito de monos vários, entre os quais se destaca um sofá, colocado em plena ribeira. Por isso, a necessidade de um maior envolvimento e sensibilização para a proteção de um dos locais mais bonitos do concelho.

A próxima jornada das Rogas dos Rios está marcada para o dia 29 de setembro e terá um vincado caráter cultural. Nesse dia, os voluntários visitarão um trecho do Rio Corgo que está intimamente ligado à história recente do concelho. Assim, depois de reunido o grupo no miradouro da meia Laranja – local privilegiado para admirar a Vila Velha – será efectuado um curto mas íngreme percurso até a Central do Biel, nome pelo qual é conhecida uma estrutura onde, em tempos, funcionou a primeira central hidroelétrica de serviço público de Portugal. Será, pois, o pretexto para uma visita a um troço do rio Corgo pouco explorado actualmente, mas com imensa actividade entre o final do séc. XIX e meados do séc. XX, com referências obrigatórias à função original do edifício, à figura de Emílio Biel e à fábrica de curtumes de José Pires Granjo, que funcionou igualmente naquele espaço.

Integrado no Programa de Preservação da Biodiversidade, as "Rogas dos Rios" é uma iniciativa cívica dos cidadãos que pretende contribuir para tornar os rios de Vila Real lugares mais atrativos e livres da poluição ambiental e visual causada pela ação do homem. Procura igualmente sensibilizar os participantes para a riqueza de todo o património ligado aos recursos hídricos e a sua importância para a manutenção da biodiversidade do concelho. A iniciativa conta com o cofinanciamento do Programa Operacional Regional do Norte (ON 2 – O Novo Norte-QREN).