Vila Real – Iluminação de passadeiras entra em funcionamento

Está agendada para a próxima terça-feira, dia 14 de Janeiro, pelas 18h00, a cerimónia que marca o início do funcionamento das luminárias LED, instaladas em diversas passadeiras da cidade de Vila Real. A cerimónia terá lugar na passadeira central da Avenida Aureliano Barrigas com a presença de membros do Executivo Municipal.
Na origem deste processo esteve o estudo "Caracterização da Iluminação Pública do Eixo Urbano do Douro – Soluções Eficientes de Iluminação", contratado pela Douro Alliance à UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que teve como premissas a urgência em garantir maior segurança nas passagens de peões, por um lado, e, por outro, a necessidade de diminuir os elevados consumos energéticos dos municípios em iluminação pública, em termos financeiros e ambientais.
O recurso à tecnologia LED – Light Emitting Diode é apontado no estudo como sendo a solução mais eficiente uma vez que garante uma melhor qualidade de iluminação, menor consumo energético e maior longevidade quando comparada com as tecnologias convencionais baseadas em vapor de sódio e vapor de mercúrio.

De acordo com a fonte de alimentação, os equipamentos instalados estão divididos em duas classes: com ligação à rede eléctrica e com recurso a painéis solares fotovoltaicos e estão colocados nos seguintes locais: Avenida Aureliano Barrigas, Rua Dr. Augusto Rua, Avenida Rainha Santa Isabel, Rua Dr. Domingos Campos, Avenida da Europa, Rua Miguel Torga, Avenida 1°de Maio, Avenida Dom Dinis, Rua Casimiro de Oliveira, Avenida Cidade de Ourense, Avenida da Universidade, Avenida Almeida Lucena, Rua e Avenida de Santa Iria e Rua Dr. Manuel Cardona.

Através do seu projecto Eficiência Energética, a Associação Douro Alliance investiu um valor total de 171.491,52 € na aquisição e instalação de sistemas de iluminação inovadores e eficientes em passagens de peões, com recurso à tecnologia LED, com comparticipação financeira comunitária através do Programa Operacional Regional do Norte (ON2). Os trabalhos foram executados pela empresa FLOSEL – Instalações Eléctricas e Hidráulicas, Lda.