VOTO DE PESAR | Pelo falecimento de António Passos Coelho

4 fevereiro 2019, 5:27 pm
Publicado em Notícias
Ler 1730 vezes

passos coelho António Passos Coelho nasceu em Valnogueiras, concelho de Vila Real, em 31 de Maio de 1926 e faleceu hoje, dia 4 de fevereiro de 2019.
Nasceu numa família grande, sendo o penúltimo de 10 filhos. A sua Mãe era professora primária e o Pai agricultor. Essa família alargada condicionou o seu percurso académico inicial. Por razões de ordem financeira, e após fazer a escola primária em Valnogueiras, estudou em regime doméstico até concluir o Liceu em 1945. De seguida matriculou-se na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, onde se formou em 1953. O seu percurso académico fica marcado por uma saúde débil, sofrendo uma tuberculose que se declarou logo no 1.º ano do curso e acabou por o obrigar à interrupção no 4.º ano. Apesar disso, após a conclusão da licenciatura, obtém a especialidade em Pneumotisiologia, em 1960. Entre esse ano e 1970 1960, desempeha as funções de director clínico do Sanatório Sameiro e, quatro anos mais tarde, cumulativamente, as mesmas funções no Sanatório Pedras Soltas.
A partir de Abril de 1970 passa a exercer medicina em Angola, primeiro como responsável luta antituberculosa no distrito do Bié e depois como director do Hospital - Sanatório de Luanda. Após o seu regresso a Portugal, em Novembro de 1975, desenvolveu sempre a sua actividade clínica em Vila Real. No âmbito da actividade clínica, no distrito de Vila Real, desempenhou as seguintes funções: coordenador distrital do Serviço de Luta Antituberculosa – SLAT (1976); membro da Comissão Instaladora da Administração Distrital do Serviço de Saúde (1977); presidente da Assembleia Distrital da Ordem dos Médicos (1978); vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Patologia Respiratória (1980); presidente da Comissão Instaladora do Hospital Distrital de Vila Real e director clínico do mesmo (1991).
Para além da sua atividade profissional como médico, dedicou uma parte importante da sua vida à atividade política e à escrita. Na política destaca-se o cargo de Presidente da Assembleia Municipal de Vila Real, que desempenhou em dois momentos, entre 12-03-77 e 08-01-1983, e mais tarde entre 16-01-1998 e 11-11-2005. Como autor, tem publicadas várias obras de vários estilos, desde a poesia aos contos ou ao romance.
Era pai de quatro filhos e filhas, dos quais se destaca Pedro Passos Coelho, que foi também Presidente da Assembleia Municipal de Vila Real, líder do PSD, e Primeiro-ministro de Portugal. Foi agraciado com a Medalha de Ouro de Mérito Municipal em Julho de 2003.
Em face de todo o exposto, a Câmara Municipal de Vila Real manifesta o seu profundo pesar pelo falecimento do Dr. António Passos Coelho, endereçando à família enlutada as mais sentidas condolências.

Classifique este item
(1 Vote)
Login para post comentários