Festa de S. Brás

ganchas Antigo Bispo Cristão, São Brás é tido como o protetor contra as doenças e problemas de garganta. Atribui-se-lhe este significado por ter operado o milagre de ter curado uma criança que estava a morrer sufocada com uma espinha entalada na garganta, ao colo de sua mãe.
Em Vila Real, a celebração deste Santo já vem de tempos longínquos, e aproxima-se, mais uma vez, a altura em que da Vila Velha se vão ouvir os sinos da Igreja de São Dinis a repicar a popular quadra que alguns ainda acompanham a compasso: “Vamos ao São Brás, de cú ao p`ra trás / Buscar uma Gancha para o meu rapaz / Vamos ao São Brás, de cú ao p`ra frente / Buscar uma Gancha para a minha gente”.
Assim, mais uma vez, nos dias 2 e 3 de Fevereiro, cumprir-se-á uma das mais populares e espontâneas tradições Vila-Realenses, a venda das Ganchas de São Brás, que são um doce em forma de báculo, feito de açúcar em ponto de caramelo. Manda o costume popular que neste dia, os rapazes ofereçam a “Gancha” às raparigas como forma de retribuição por estas terem oferecido o “Pito”, no dia de Santa Luzia.

Venha cumprir a tradição, apareça pela Vila Velha e ofereça uma Gancha!