Dia Internacional da Proteção Civil

pcivil1 pcivil1 pcivil1


O Município de Vila Real assinalou no passado dia 1 de Março, com um conjunto de iniciativas, o Dia Internacional da Proteção Civil. A implementação internacional de um dia dedicado a esta temática visa atrair a atenção das populações mundiais para as questões da proteção civil, em especial para a prevenção.

Em Vila Real teve lugar uma exposição de meios dos vários agentes de proteção civil, na Praça do Município. Para além dos meios ao dispor da própria Câmara Municipal, estiveram presentes os Corpos de Bombeiros do concelho (AHBV da Cruz Verde e AHBV da Cruz Branca), a Polícia de Segurança Pública (PSP), a Guarda Nacional Republicana (GNR), o Exército (RI 13 de Vila Real), o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) através das equipas de Sapadores Florestais (eSF) da Associação Natura Viva de Valnogueiras e da Associação de Produtores Florestais da Campeã, e ainda o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real.

Do programa de comemorações constaram ainda alguns exercícios práticos como um simulacro de incêndio urbano no Centro Histórico da cidade ou a demonstração de técnicas de resgate, levada a cabo pelos Corpos de Bombeiros.

No final destes exercícios confirmou-se a perceção de que, nomeadamente o Centro Histórico, apresenta grandes desafios à atuação dos agentes de proteção civil, apresentando-se como uma zona de risco. Este risco decorre, por um lado, do perfil das vias do centro histórico, que são estreitas e não permitem uma fácil circulação das viaturas de emergência. Por outro lado, e associada a esta primeira circunstância, verifica-se uma utilização abusiva destas vias por parte de alguns automobilistas, nomeadamente no que diz respeito ao estacionamento ilegal e desordenado das suas viaturas.

Esta ação da autarquia visou, assim, sensibilizar aqueles que residem, trabalham ou se deslocam ao centro histórico, para a importância de alterarem o seu comportamento, evitando colocar-se a si ou aos outros em situação de perigo e de dificuldades de socorro. A Câmara Municipal vai continuar a desenvolver ações de prevenção no domínio da proteção civil e a atuar em parceria com os demais agentes, de forma a melhorar as condições de socorro em caso de acidentes ou catástrofes.